Lipoaspiração

Indicação:

 

A lipoaspiração é uma cirurgia para a redução do volume de gordura corporal, em áreas localizadas, conferindo ao paciente um melhor contorno corporal. Embora muitos pensem, a lipoaspiração não é feita para perder peso, pois a maior mudança se dá na silhueta corporal e não balança.
Os melhores resultados são obtidos nas lipoaspirações em que o paciente apresenta gordura localizada. Cirurgias em áreas extensas e grandes volumes têm maior probabilidade de deixar irregularidades.
No caso da lipoescultura, parte da gordura aspirada é usada para enxertar áreas em que se precisa um maior preenchimento (glúteo, sulcos da face, etc.).

Anestesia:

Depende da área a ser operada e do volume de gordura a ser lipoaspirado. Pode ser desde a anestesia local, local com sedação, peridural/raqui, ou geral. com tempo de internação variando de 12 a 24 horas, dependendo do tamanho da lipoaspiração.

Pós-operatório:

 

Geralmente há edema (inchaço) e equimoses (manchas roxas), que resolvem sozinhos em 14 a 21 dias.
Durante o 1º mês o paciente apresenta notável melhora do edema, quando então passa a notar endurecimento na área operada, decorrente da cicatrização interna. Este endurecimento melhora progressivamente durante o 2° e 3° meses, época na qual ocorre uma maior retração da pele.

Complicações:

 

São raras as complicações em lipoaspiração, porém podem ser citadas: hematoma, seroma, irregularidades, infeção, trombose, acidentes durante a cirurgia.
O seroma, a complicação mais comum em grandes lipoaspirações, é o acúmulo de um liquido claro na região operada, formando como uma “bolsa de água”. Nestes casos procede-se ao esvaziamento através de punções, com resolução do problema e sem prejuízo do resultado.

 

Resultado Definitivo:

 

O resultado definitivo se dá em 6 meses, porém chega-se a 80% aos 4 meses.

 

PERGUNTAS FREQUENTES

 

QUEM É UM BOM CANDIDATO PARA A LIPOASPIRAÇÃO?

Pacientes com gordura localizada, que estejam no peso ideal ou próximo dele, pois a lipoaspiração é feita para modelar a silhueta corporal e não para emagrecer.
Pacientes jovens, de pele elástica, visto que a lipoaspiração não retira pele e a presença de sobra de pele após a cirurgia dependerá da capacidade de retração da pele.

 

QUE TIPO DE ANESTESIA É USADA?

Depende da quantidade de gordura e extensão da área operada. Pode ser desde a local com sedação, peridural ou geral.

 

AS CICATRIZES SÃO GRANDES, ONDE FICAM?

As cicatrizes são muito pequenas, de 5 a 10mm, e são colocadas em áreas escondidas, como sob a marca do biquíni, dentro do umbigo ou no sulco mamário. Geralmente ficam de boa qualidade, sendo pouco notadas.

 

QUANTO TEMPO DURA A CIRURGIA?

Depende da extensão da área lipoaspirada e da quantidade de gordura a ser retirada. Pode durar desde uma até cinco horas.

 

QUAL É O PERÍODO DE INTERNAÇÃO?

Pode ser de 12h ou 24h, dependendo do tamanho da cirurgia.

 

É NECESSÁRIO USAR DRENO?

Nas pequenas lipoaspirações não se usa o dreno. Já nas grandes podem ser usados por alguns dias (média de três a dez dias), pois nos primeiros dias há grande quantidade de secreção e a retirada desta reduz o edema (inchaço) e a equimose (roxidão).

 

POR QUANTO TEMPO DEVO USAR A CINTA NO PÓS-OPERATÓRIO?

A cinta compressiva deve ser usada por um mês e meio após a cirurgia.

 

O PÓS-OPERATÓRIO É MUITO DOLOROSO?

O limiar de dor de cada paciente é muito variável. A sensação mais comumente referida é a de desconforto pelo inchaço e dor quando pressionada a área operada, mas facilmente tratada através de analgésicos simples que serão receitados.

 

COMO É A RECUPERAÇÃO PÓS-OPERATÓRIA?

O paciente sai da sala de cirurgia já com um novo perfil, porém este está obscurecido pele edema (inchaço). O edema e a equimose (roxidão) são mais intensos durante as primeiras três semanas, com resolução paulatina. Um edema residual é mantido até por volta do quarto mês. No final do primeiro mês, quando começa a haver uma melhor absorção do edema, é comum o surgimento de áreas endurecidas e nodulações, devidas à fibrose (cicatrização interna). Essas endurações serão geralmente dissolvidas do segundo ao quarto mês. A retração da pele ocorre do terceiro ao sexto mês e sua intensidade depende da qualidade da pele.

 

QUANDO SÃO RETIRADOS OS PONTOS?

Os pontos são retirados dos 7 aos 14 dias pós-operatórios.

 

QUANDO SE ALCANÇA O RESULTADO DEFINITIVO?

Após o sexto mês pós-operatório, quando as cicatrizes estão maduras.

 

QUANDO PODEREI VOLTAR ÁS ATIVIDADES?

As atividades poderão ser retomadas assim que o desconforto tiver cedido. Para atividades profissionais geralmente 7 a 14 dias.  As atividades físicas levam mais tempo para o retorno.

 

QUANDO PODEREI FAZES EXERCÍCIOS FÍSICOS?

Depende do tamanho de cirurgia, podendo demorar de um a dois meses.

 

QUAL O RISCO DE COMPLICAÇÕES?

Algumas complicações possíveis são o hematoma, o seroma (acumulo se soro), a infecção, a trombose. Todas elas são raras, principalmente se a lipoaspiração tiver sido realizada por um membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Tão importante quanto se evitar as complicações é estar em um local que tenha recursos e assistido por um médico que saiba tratá-las.

 

RECOMENDAÇÕES PRÉ-OPERATÓRIAS:

  1. Comunicar-se com seu médico até dois dias antes da operação, em caso de gripe ou indisposição.

  2. Internar-se no hospital indicado, obedecendo ao horário previamente marcado.

  3. Evitar bebidas alcoólicas ou refeições muito lautas na véspera da cirurgia.

  4. Programe suas atividades sociais, domésticas ou escolares de modo a não se tornar indispensável a terceiros, por um período de aproximadamente 20 dias.

  5. Evitar fumar por, ao menos, 15(quinze dias) antes da cirurgia.

  6. Manter jejum de oito (8) horas antes da hora marcada da cirurgia.

  7. Evitar  todo e qualquer medicamento à base de ácido acetil-salicílico (AAS, Aspirina, Melhoral, Bufferin, Neosaldina) ou qualquer medicação com efeito anticoagulante pelo menos 15 (quinze) dias antes da cirurgia.

 

RECOMENDAÇÕES PÓS-OPERATÓRIAS

  1. Evitar esforços por 30 dias.

  2. Evitar molhar o curativo durante a primeira fase (2 dias).

  3. Não se exponha ao sol ou friagem, por um período mínimo de 8 semanas.

  4. Alimentação normal ( salvo em casoso especiais).

  5. Usar cinta elástica por 1,5 mês.